Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado capacita entidades para financiamento de projetos de atenção a crianças e adolescentes

Publicação:

IMG 7850
secretaria Maria Helena Sartori abriu oficina no auditório do CAFF

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos e o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedica) realizaram hoje (18) uma oficina que reuniu mais de duzentos agentes públicos e dirigentes de entidades interessados em cadastrar projetos com foco na atenção a crianças e adolescentes para receber recursos financeiros do Fundo Estadual da Criança e do Adolescente (Feca). 

A oficina ocorreu no auditório do CAFF, em 2 turnos, e foi aberta pela secretária Maria Helena Sartori, que falou da importância da capacitação para a elaboração dos projetos e a respectiva prestação de contas, “garantindo, com isso, que os recursos sejam utilizados na sua totalidade”. A secretária ressaltou, ainda, a importância da campanha Escolha o Destino que tem por objetivo arrecadar dinheiro para o fundo estadual e aos fundos municipais. “É importante que lá na comunidade a população saiba que pode contribuir para as entidades locais por meio de doações ou destinação do imposto de renda devido aos fundos municipais”, advertiu a secretária. 

Durante a abertura da oficina na parte da tarde a secretária Maria Helena Sartori anunciou que o Conselho Regional de Contabilidade do RS, parceiro da campanha Escolha o Destino, está acertando com as direções dos clubes, Grêmio Foot-Ball  Porto Alegrense e Sport Club Internacional, a participação e o engajamento de jogadores profissionais na campanha, “o que vai auxiliar muito na divulgação” disse. A secretária informou, também, ter recebido da Secretaria da Fazenda, a confirmação de liberação de recursos do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) para as prefeituras num montante de mais de R$ 4,6 milhões, para investimentos em assistência social.     

A presidente do Cedica, Lúcia Flech, falou sobre o edital 01/2017, que já está recebendo inscrições de projetos desde o último dia 16 e trata do cadastramento de entidades para nova etapa de seleção. Os conselheiros prestaram  esclarecimentos sobre linhas de financiamento, valor total, o que é atendimento direto e indireto, prazos; e quem pode se habilitar ao edital. Já os técnicos da SDSTJDH informaram como deve ser feita a elaboração de projetos com esclarecimentos sobre o que deve constar, conforme o edital. 

Ao final da oficina a coordenação da Criança e do Adolescente reuniu os participantes para trabalho em grupos objetivando a troca de experiências, e elaboração de projetos. A oficina também proporcionou esclarecimentos sobre o cadastramento dos projetos no sistema TRACE (internet). Também participaram o secretário adjunto, Darci Lauermann, a diretora do Departamento de Direitos Humanos e Cidadania, Maria da Graça Paiva, a coordenadora de políticas para crianças e adolescentes, Juçara Vendrusculo, a coordenadora de Igualdade Étnica e Racial, Tânia Neves, e funcionários da SDSTJDH e conselheiros do Cedica.

Escolha o Destino